11/01/12 15:10

Autopista Planalto Sul registra redução de 23% no número de mortes na BR-116 PR/SC

Melhorias na rodovia e serviços de atendimento aos usuários também colaboraram para a redução de acidentes; número de ocorrências caiu 13%

 

A Autopista Planalto Sul registrou queda de 23% no número de mortes em acidentes entre janeiro e dezembro do ano passado, na comparação com o mesmo período de 2010. Em 2011, foram contabilizados 75 óbitos na rodovia frente a 98 mortes registradas em 2010. O número de acidentes também recuou 13% no período. Os acidentes mais comuns na BR-116, entre Curitiba e a divisa dos estados de Santa Catarina e Rio Grande do Sul, são saídas de pista, colisão transversal e colisão traseira.

 

 

Período

 

Acidentes

 

Mortes

 

2011-2010 (%)

-13%

-23%

 

Jan-Dez 2011

1.965

75

 

Jan-Dez 2010

2.258

98

 

Além das atividades regulares da Concessionária na operação de tráfego, algumas providências contribuíram diretamente para este importante resultado. Desde o início da concessão, a Autopista Planalto Sul investiu mais de R$ 200 milhões em melhorias, serviços e operação da rodovia. A construção de duas novas passarelas, em Mafra (SC) e Rio Negro (PR), ajudou a minimizar os riscos na travessia de pedestres. Também foram alargadas seis pontes (sobre os rios Caí, Campo do Tenente, Papanduva, das Pedras, Várzea e São João); seis acessos e duas interseções foram melhoradas, assim como mais quatro acessos e outras duas interseções também passam por melhorias atualmente, em Santa Catarina e no Paraná. Para complementar, o início das obras de duplicação do trecho entre Curitiba e Fazenda Rio Grande, e a recuperação de cerca de 70% do pavimento da rodovia ajudaram a proporcionar mais segurança. A BR-116 PR/SC possui atualmente 48 frentes de obras, com 530 trabalhadores (entre engenheiros e operários) envolvidos em intervenções para a melhoria das condições de trafegabilidade.

 

A Concessionária também presta serviços de atendimento aos usuários com socorro médico e mecânico, inspeção de tráfego e atendimento 24 horas via 0800. Existem nove Bases Operacionais distribuídas ao longo da rodovia e os usuários contam com o atendimento de uma equipe composta por 230 profissionais, 11 ambulâncias, 10 guinchos, um caminhão de apoio ao combate a incêndio, um caminhão para resgate de animais na pista, cinco viaturas de inspeção de tráfego e dois caminhões operacionais, entre outros recursos.

 

A Autopista Planalto Sul ainda realiza anualmente ações sobre segurança no trânsito para motoristas, motociclistas e ciclistas. Nessas campanhas, os usuários recebem orientações técnicas e de qualidade de vida, instalam itens de segurança obrigatórios pela legislação, como os adesivos refletivos para motocicletas e capacetes, e passam por exames básicos de saúde. Cerca de 2 mil pessoas já foram atendidas.